Testes em Jerez: Dovi pulveriza recorde

78
Andrea Dovizioso

A Ducati deu esta quinta-feira por terminados os seus testes de pré-temporada, e Andrea Dovizioso despediu-se das pistas pulverizando o recorde do circuito de Jerez. O piloto italiano rodou em 1’37.663, bem abaixo do recorde da volta mais rápida em corrida (1’38.735) e ainda abaixo do 1’37.910 com que Jorge Lorenzo estabeleceu o recorde da pole position no GP de Espanha de 2015.
Jorge Lorenzo terminou os testes com o terceiro melhor tempo; ambos trabalharam em componentes da versão de 2018 da Desmosedici, e também nos novos pneus Michelin.
Não foi apenas a Ducati Team que colocou um ponto final nas actividades em pista de 2017: também a Reale Avintia Ducati e a Octo Pramac Ducati deram por concluídos os testes.

Cal Crutchlow

Também Cal Crutchlow deu os trabalhos por concluídos, fazendo o 2.º melhor tempo deste segundo dia de testes. O piloto britânico foi alternando entre a moto de 2017 e o protótipo de 2018, tendo contado com vários pilotos do HRC nestes testes, que agora usarão os dados recolhidos para Crutchlow para trabalhar na moto antes dos primeiros testes de 2018 no final de Janeiro em Sepang.
Andrea Iannone levou a Suzuki ao 4.º melhor tempo dos testes, e desta vez contou com a companhia de Álex Rins, cuja moto tinha estado no dia anterior entregue a Sylvain Guintoli. O espanhol registou o 6.º melhor tempo do dia.
Franco Morbidelli foi o melhor dos rookies, mas com Takaaki Nakagami logo atrás, ambos separados por apenas 0,069 s. O italiano continuou a evoluir, melhorando os seus tempos quer com os pneus mais macios, quer com os médios.

Tweet do Circuito de Jerez de um curioso momento captado pelo seu fotógrafo oficial, Álvaro Rivero

Marc Marquez continuou a acompanhar nas boxes o seu irmão Álex, que voltou a rodar na moto do lesionado Tom Lüthi. Alvaro Rivero, o há muito fotógrafo oficial do Circuito de Jerez, captou uma curiosa foto, que o circuito partilhou no Twitter, em Marquez e Dovi no pit lane trocam olhares como que desafiando-se mutuamente… para o ano, para o ano…
Também Nakagami continuou o seu progresso, continuando a trabalhar no seu estilo de pilotagem e na integração na equipa LCR.
Em pista estiveram ainda algumas equipas do Mundial de Superbike, com Marco Melandri a registar o melhor tempo aos comandos da Ducati da aruba.it.
Quem terminou involuntariamente mais cedo foi Chaz Davies. O piloto britânico sofreu uma queda na quarta-feira e, queixando-se de dores no joelho, foi transportado ao hospital. Uma ressonância magnética mostrou um entorse dos colaterais mediais e dos ligamentos cruzados anteriores do joelho direito, juntamente com uma contusão, bem como uma contusão no pulso esquerdo, impedindo que Davies voltasse à pista.
Algumas equipas permanecem esta sexta-feira no circuito de Jerez para o último dia de testes de 2017.

Tabela de tempos aqui.