Teste: Michelin Road 5

Estivemos na apresentação mundial do novo pneu da marca francesa para o segmento Sport-Touring

542

Para um dos segmentos de mercado mais importantes para qualquer marca de pneus, o segmento Sport-Touring, a Michelin apresentou o novo Road 5. Este segmento abarca todos os géneros de motos e cilindradas possíveis, ou seja, qualquer moto desportiva, turística, naked, ou mesmo trail, pode usar os novos Michelin Road 5. O primeiro pneu da série Pilot Road foi apresentado em 2002, marcando esta quinta geração o abandono da denominação Pilot, que, concluiu a Michelin, ninguém usava na realidade.

Muita tecnologia Michelin

O “cinco” está carregado de novas tecnologias, mas uma das principais nem sequer está no pneu, mas sim na sua construção. O Road 5 marca a estreia do Michelin XST Evo, uma nova tecnologia na criação de moldes para os pneus, que permite uma maior liberdade no formato do desenho dos rasgos. A Michelin consegue desta forma criar sulcos de diferentes medidas ao longo do pneu, sendo os mesmos mais estreitos quando o pneu é novo e mais largos à medida que este se vai gastando na estrada. Os canais que conduzem a água para fora do pneu, são mais largos no final de vida, assegurando dessa forma um desempenho mais constante ao longo da vida útil do pneu. Do ponto de vista teórico, a funcionalidade tem a sua lógica, mas a Michelin quis fazer uma demonstração prática e numa pista de travagem molhada confrontou um Road 4 novo com um Road 5 usado 5500kms (cerca de metade da sua vida útil média) e as distâncias de travagem foram melhores no Road 5 por mais de dois metros. Para além disso os Road 5 estão também equipados com a tecnologia ACT e ACT+, que permite variar a rigidez da carcassa do pneu nas laterais, melhorando a sua performance quer em curva, quer em recta. Os Road 5 têm também a, já habitual, utilização de dois compostos a Michelin 2CT e 2CT+, que enquanto no pneu da frente são usados dois compostos de sílica, um para o meio e outro para as laterais, já no traseiro, é usado um composto de sílica bastante resistente à abrasão em toda a carcassa, sendo que apenas nas extremidades é usado um composto de carbono negro para assegurar uma superior aderência.

Teste de Pista

No circuito de Monteblanco, situado no sul de Espanha perto de Sevilha, tivemos oportunidade de realizar dois breves testes, um em seco outro em molhado. O teste em molhado visava dois momentos, uma travagem a fundo e também a mudança de direcção repentina depois de uma travagem e em ambos os casos o Road 5 teve um excelente comportamento. Pudemos fazer o percurso, regado artificialmente, em duas motos de diferentes potências e peso, a Triumph Street Triple e a Yamaha MT-10. Em ambas a sensação de segurança na travagem é soberba, boa aderência e uma perfeita conjugação com os sistemas de ABS parando a moto em distâncias curtas. No teste seco, apesar de apenas termos dado seis voltas a uma versão curta do circuito, deu para perceber que, quer com as Ducati Supersport ou as BMW S1000XR, os pneus atingiam rapidamente uma temperatura em que se tornava seguro curvar e travar com tudo, o comportamento em recta era bastante neutro sem vibrações e o ataque às curvas feito de forma bastante precisa e sem qualquer tipo de escorregadelas.

Teste de Estrada

Mas como o Road 5 é, tal como o nome indica, um pneu feito para a estrada, é aqui no seu ambiente de eleição que estava o derradeiro teste. As estradas andaluzes junto a Monteblanco são muito diversificadas, tendo sido escolhidos diversos tipos de alcatrão e de traçado. Tive oportunidade de testar os novos Michelin na Honda CB650F, Triumph Speed Triple, BMW R nineT e Yamaha Tracer 900, dois, três e quatro cilindros de diferentes configurações. Em todas elas realço o comportamento muito competente dos Road 5, com um nível de aderência muito bom, que mesmo em andamento acelerado nunca escorregaram vez nenhuma. A sensação é que o pneu está a “agarrar” a moto à estrada sem reacções estranhas, vibrações ou sustos para o condutor. Os Road 5 vêm trazer ao mercado um novo standard de qualidade e tecnologia para o segmento sport-touring, estando já disponíveis para montagem nos fornecedores da marca. Há também uma variante Road 5 para motos trail, com uma carcassa ligeiramente alterada para o centro de gravidade mais alto, suspensão mais mole e diferente distribuição de peso das motos. As medidas disponíveis do Road 5 são:

Frente: 120/60/17 – 120/70/17
Traseira 
150/70/17 – 160/60/17 – 180/55/17 – 190/50/17 – 190/55/17

Frente modelo trail 110/80/19 (já disponível) – 120/70/19 (disponível a partir de Junho 2018)
Traseira modelo trail 
150/70/17 (já disponível) – 170/60/17 (disponível a partir de Junho 2018)