Rossi: sexta vitória em Monza

100

Como já é tradição, Valentino Rossi termina o seu ano de corridas com o Rali de Monza, e agora parece começar a ser também tradição o piloto italiano sair vencedor: Rossi venceu pela terceira vez consecutiva e pela sexta vez desde que participa nesta prova, sempre com Carlo Cassina ao seu lado.
Valentino Rossi quase perdeu o rali na penúltima etapa para Marco Bonanomi, ao ser penalizado em 10 segundos por ter o seu Ford Fiesta de 2016 7 kg abaixo do peso mínimo permitido. Na última etapa, empenhando-se a fundo e beneficiando de um par de erros de Bonanomi, que sofreu duas saídas de pista, Valentino conseguiu recuperar e vencer. Bonanomi perderia ainda o segundo lugar para o norueguês Andreas Mikkelsen.
Com este triunfo Valentino Rossi bateu o recorde de vitórias no evento que pertencia a Rinaldo Capello. Rossi venceu pela primeira vez em 2006, repetindo no ano seguinte; depois só voltou a vencer em 2012 e agora vence consecutivamente desde 2015.
«Este foi um dos ralis de Monza mais disputados em que participei, porquew havia quatro carros com hipótese de vencer, e todos estávamos muito próximos mesmo até ao final», declarou Rossi no final. «Infelizmente a equipa cometeu um pequeno erro com o peso do carro na sexta-feira. Não calculámos os faróis dianteiros. Foi um erro estúpido! Quando parei no final da etapa e me disseram que estava abaixo do peso e seria penalizado com 10 segundos, pensei que estava tudo acabado. Mas dei o máximo e ataquei e arrrisquei muito, especialmente na penúltima etapa. É uma pena não ter conseguido o resultado na etapa Master, mas para mim mais importante é que estou mesmo muito feliz!», concluiu o Dottore.
Rossi não foi o único piloto das duas rodas a participar no Monza Rally Show; o seu irmão Luca Marini estreou-se nesta competição, aos 20 anos de idade, também num Ford Fiesta mas na categoria R5, terminando em 26.º da geral e 11.º da classe, logo atrás de Andrea Locatelli, que participou ao volante de Skoda Fabia também da categoria R5.
Tony Cairoli, Campeão Mundial de MX, esteve também presente mais uma vez e levou o Hyundai NGi20 ao 4.º da geral. Mattia Pasini, com um Ford Fiesta, foi 7.º, a 2’47 de Valentino Rossi.
Alessio ‘Uccio’ Salucci, amigo de infância e assistente pessoal de Valentino Rossi, também participou mais uma vez, completando a prova em 13.º.