PTT dá nome ao GP da Tailândia

84

O Circuito Internacional Chang, em Buriram, vai receber em 2018 o primeiro Grande Prémio da Tailândia, e a PTT vai ser o patrocinador oficial.
A PTT é a empresa estatal de energia – petróleo, gás e electricidade – e uma das maiores empresas do país, e não quis deixar de estar associada a um desporto bastante popular naquela zona do globo, e no qual esteve envolvida nos últimos anos apoiando pilotos asiáticos e decorando motos de 250 e Moto2, como o Team Sag e Thitipong Warokorn, por exemplo.
O GP da Tailândia, agendado para o dia 7 de Outubro, esteve envolto em polémica a meio do ano precisamente por causa de patrocinadores. O circuito de Buriram chama-se Chang porque este é o seu patrocinador principal. Chang é uma popular marca de cerveja na Tailândia. Acontece que o Mundial de Velocidade tem uma cerveja oficial, a Singha, concorrente da Chang no mercado tailandês. Havendo um conflito de interesse entre patrocinadores, organizador e circuito, as coisas azedaram a determinada altura, levando o director de marketing da Dorna a ameaçar mesmo que, caso se mantivesse a discórdia, não haveria GP da Tailândia, isto depois de encontros ao mais alto nível, incluíndo o Ministro do Desporto tailandês. Tudo acabou por resolver-se da melhor forma, e o GP da Tailândia – de nome oficial ‘PTT Thailand Grand Prix’ – irá avante na data prevista.