Mundial de SBK: afinal Rea estava magoado

Pela primeira vez em três anos Jonathan Rea não é o líder do Mundial de Superbike. A explicação pode estar no facto de ter sido operado 'secretamente' três semanas antes de Phillip Island.

113
Jonathan Rea Phillip Island
Com Gregório Lavilla no pit lane de Pihillip Island, vê-se apenas uma pequena ferida no anelar direito

Os resultados mais ‘modestos’ do que o esperado de Jonathan Rea em Phillip Island parecem justificados. Afinal o Campeão do Mundo de Superbike estava ainda a recuperar de uma cirurgia aos dedos da mão direita, depois de uma queda quando treinava motocross.

O facto é revelado pelo site oficial do campeonato, depois do piloto irlandês ter agradecido no Instagram aos médicos que o operaram.

Jonathan Rea foi operado em Barcelona no dia 4 de Fevereiro, três semanas antes da primeira ronda do campeonato na Austrália. Teve depois um periodo de recuperação de 10 dias, e mesmo já em Phillip Island – quer durante os testes, quer durante o fim-de-semana de corridas -, teve que ir diariamente à Clinica Mobile para tratamento.

Jonathan Rea preferiu guardar segredo

A lesão do Campeão do Mundo passou despercebida porque o piloto da Kawasaki e a sua equipa preferiram não divulgar o assunto. Ainda por cima, Rea tinha apenas uma pequena ferida no dedo anelar direito, facilmente coberta por um penso, como se pode ver nas fotos do fim-de-semana. E feridas nos dedos é algo comum entre os pilotos, pelo que ninguém se apercebeu.

No fim-de-semana de Phillip Island o defensor do título teve que lutar contra a dor, tendo terminado as duas mangas em 5.º e 2.º, respectivamente. É o terceiro classificado do campeonato, atrás de Marco Melandri e Tom Sykes. Está a 19 pontos do líder.

Esta é a primeira vez desde Fevereiro de 2015 que Jonathan Rea não é o líder do Mundial de Superbike.

A próxima prova do Mundial de Superbike é de 23 a 25 de Março, na Tailândia.