Mundial de Supersport: Morais substituirá Sofuoğlu

Sheridan Morais foi recrutado para o lugar do convalescente Kenan Sofuoğlu na Kawasaki Puccetti Racing para as duas próximas corridas.

79
Sheridan Morais
Sheridan Morais

Com Kenan Sofuoğlu a recuperar de uma lesão, a Kawasaki Puccetti Racing decidiu substitui-lo nas duas próximas rondas do Mundial de Supersport. Será o sul-africano Sheridan Morais a ocupar o lugar o piloto turco nas corridas de Aragão e Assen.

Sofuoğlu já não participou na prova anterior, na Tailândia, e agora faltará às duas primeiras rondas da temporada em solo europeu.

A Kawasaki Puccetti Racing recrutou para o seu lugar Sheridan Morais. O piloto sul-africano no ano passado esteve neste campeonato aos comandos da Yamaha YZF-R6 da Kallio Racing. Com uma vitória e um total de dois pódios, Morais terminou a temporada no 4.º lugar do campeonato.

Com 33 anos de idade, o sul-africano agora radicado em Lagos, estava apeado para este ano. Para 2018 assumiu um papel de gestor na Samurai YART Racing, equipa que estará presente no Mundial de Supersport 300 e no Campeonato Nacional da mesma categoria.

Morais satisfeito com esta oportunidade

«Estou extremamente emocionados com esta oportunidade da Kawasaki Puccetti Racing. Estou ansioso por trabalhar com a Kawasaki de novo, já que foi com eles que tive a minha temporada de rookie no Mundial de Supersport [em 2012]», disse Morais. «Consegui alguns bons resultados e o meu primeiro pódio, por isso tenho boas memórias. As mesmas pessoas estão ainda a trabalhar com a Kawasaki e a fazer um bom trabalho, conseguindo títulos mundiais. Depois da temporada forte que tive no ano passado estou confiante de que posso trazer a minha experiência para a Kawasaki e esperançosamente, algumas vitórias e troféus», conclui o sul-africano.

Sheridan Morais com a ZX-6R da Kawasaki Lorenzini na sua temporada de rookie em 2012

Resta agora saber se Kenan Sofuoğlu estará recuperado para regressar à competição após estas duas provas. A seguinte será a de Imola, a 11 de Maio. Recorde-se que já no ano passado o piloto turco esteve ausente em algumas rondas da primeira parte da temporada, mas regressou para lutar pelo título. Acabaria por lesionar-se de novo nos treinos em Magny-Cours. Faltou a Jerez e regressou na última corrida do ano, ainda em recuperação para tentar bater Lucas Mahias. Apesar de ter terminado no pódio, perdeu o campeonato para o piloto francês.

Foi a lesão de Magny Cours que Sofuoğlu agravou em Phillip Island e o levou a esta ausência forçada.

Kenan Sofuoğlu
Kenan Sofuoğlu