Mundial de SBK: Rea chega ao comando

69
Jonathan Rea vencedor Buriram
Jonathan Rea

A segunda ronda do Campeonato do Mundo de Superbike na Tailândia viu o actual campeão, Jonathan Rea, assumir o comando. O piloto britânico venceu a primeira manga, e mesmo sem subir ao pódio na segunda, subiu ao topo da tabela de pontos.

Em Buriram Rea liderou a primeira manga praticamente desde o início, e não teve dificuldades em chegar à vitória; foi a primeira do ano para a Kawasaki. «Houve um pouco de alegria e alívio com a vitória de hoje», disse o britânico depois desta vitória na Tailândia. «Em Phillip Island eu estava mentalmente abatido depois de ter estado adoentado, magoado e ter tido uma difícil primeira manga. Por isso foi um alívio e uma alegria ter vencido hoje», desabafou o piloto da Kawasaki, enquanto que o seu companheiro de equipa sofreu problemas de travagem e terminou em 6.º.

Xavi Forés assegurou o segundo depois de ter passado por Leon Camier; este depois lutou com Chaz Davies pelo terceiro lugar e acabou por perdê-lo para o piloto da Ducati.

Jonathan Rea Buriram
Jonathan Rea

Davies na segunda

Na segunda manga foi a vez de Jonathan Rea sofrer dos problemas de travões que Sykes tinha sofrido no dia anterior. Ainda para mais partindo desta vez da terceira linha da grelha, Rea nunca chegou a ser um verdadeiro candidato ao pódio, terminando em 4.º. Sykes abandonou com problemas no trem dianteiro.

Inicialmente foram as Yamaha de Michael Van Der Mark e Alex Lowes que lideraram a corrida; ambos seriam batidos por um determinado Chaz Davies. O piloto assegurou a sua primeira vitória do ano na frente das duas Yamaha.

«Foi uma corrida fantástica, algo especial. Conseguir a vitória aqui deixa-me tão feliz. Em Buriram sempre tivemos dificuldade no passado, tem sido um longo processo para conseguir chegar a uma posição de vencedor. Tenho que agradecer à equipa, porque deram-me uma grande moto hoje. A Panigale R estava a funcionar mesmo muito bem, encontrámos um pouco mais de consistência e podia adaptar-me mais à moto», disse Davies, que subiu ao 4.º lugar do campeonato.

Chaz Davies Buriram
Chaz Davies

Pouco satisfeito com a moto estava o seu companheiro de equipa, Marco Melandri, que já na primeira manga se tinha queixado de instabilidade na sua moto, que não conseguiu resolver para a segunda.

A segunda corrida ficou marcada pela queda de Jordi Torres e Eugene Laverty. O piloto da Aprilia sofreu fractura do ramo ílio-púbico da bacia. Apesar de não requerer qualquer cirurgia, e apesar de não ser um osso que suporte peso, Eugene Laverty terá que enfrentar uma intensa recuperação.

Com os 38 pontos conquistados em Buriram Jonathan Rea assumiu o comando do campeonato, mas com apenas 2 de vantagem sobre Marco Melandri. Enquanto Forés mantém o 3.º lugar Sykes recua para 7.º

Supersport: Krummenacher bate Mahias

A corrida de Supersport só ficou decidida em cima da meta com Randy Krummenacher e Lucas Mahias a tocarem-se na saída da última curva, e o suíço a sair vitorioso por apenas 0,048 s.

Randy Krummenacher Buriram
Randy Krummenacher bateu Lucas Mahias em cima da meta

Mas foi Jules Cluzel quem inicialmente parecia determinado em chegar à vitória, ao conseguir uma pequena vantagem no comando. Mas o francês começou a cometer erros, perdeu posições e acabou mesmo por cair.

A luta pela vitória ficava assim reservada a Krummenacher e Mahias e só ficou decidida na bandeirada, com vantagem par o suíço. Federico Caricasulo completou o pódio.

O campeonato tem agora Krummenacher e Lucas Mahias empatados no comando da tabela de pontos, ambos com 45. Atrás deles está Caricasulo e Sandro Cortese, ambos também empatados, com 29 pontos.

Ausente devido a lesão, Kenan Sofuoğlu desceu para 17.º no campeonato. Recorde-se que no ano passado o piloto turco só começou a sua temporada na quarta prova, e em seis corridas chegou ao comando do campeonato…

A próxima prova é a de Aragão, de 13 a 15 de Abril.

Todos os resultados aqui.

Pódio Supersport Buriram
Randy Krummenacher, Lucas Maihas e Federico Caricasulo no pódio de SSP em Buriram