Moto2 e Moto3: Bagnaia bisa no segundo dia

Jerez de la Frontera recebeu o segundo dia de testes das Moto2 e Moto3. Francesco Bagnaia e Enea Bastianini foram os mais rápidos das respectivas categorias. Hoje não choveu, mas continuaram a registar-se baixas temperaturas.

87
Francesco Bagnaia

Francesco Bagnaia voltou a ser o piloto mais rápido de Moto2 no segundo dia de testes em Jerez de la Frontera.
Hoje não choveu no circuito andaluz, mas apesar do céu azul, as temperaturas continuaram baixas. Com o sol a brilhar o asfalto chegou na fase mais quente do dia quase aos 30° C, o que permitiu aos pilotos rodarem mais rápido do que ontem, aliás, mais rápido do que nunca: Francesco Bagnaia rodou em 1’41.638, abaixo de todos os recordes da categoria no circuito de Jerez de la Frontera. O piloto italiano tem estado a rodar com uma Kalex equipada com suspensões Öhlins, vendo assim satisfeito o pedido feito à equipa.
Álex Marquez ficou 0,210 s atrás do piloto da Sky Racing Team, com Lorenzo Baldassari a fazer o terceiro melhor tempo do dia, a 0,354 s de Bagnaia.
Miguel Oliveira hoje terminou na 6.ª posição da tabela de tempos, 0,510 s atrás de Bagnaia, tendo sofrido uma queda, que o impediu de completar a última sessão.
«Hoje foi um dia positivo, embora tenha infelizmente tenha sofrido uma ligeira queda no final do dia. Não me magoei. Dedicámos o dia a preparar a moto e a trabalhar na falta de aderência que sentimos na traseira. Estou muito satisfeito com o trabalho que fizemos. Amanhã temos que continuar deste modo. Procuraremos uma afinação que nos permita ir rápido, de modo a melhor gerir os pneus para a corrida e obter um bom ritmo», explicou Oliveira no final do dia.
Para além de Miguel Oliveira caíram ainda Sam Lowes, Alex Márquez, Joe Roberts, Remy Gardner e Mattia Pasini.

Miguel Oliveira

Moto3: Bastianini mais rápido

Também em Moto3 os pilotos rodaram abaixo dos actuais recordes. Enea Bastianini terminou o dia no topo da tabela dos tempos, batendo o mais rápido de ontem, Jorge Martin, por 0,155 s; desta vez foi Philipp Oettl a obter o terceiro melhor tempo.
Dos pilotos Honda aparentemente apenas Jorge Martin e Aron Canet possuem para já o motor com especificação de 2018.
Também houve várias quedas a registar ao longo do dia, mas sem consequências: Alonso López, Livio Loi, John Mcphee, Jaume Masia, Andrea Migno e Kaito Toba.