Moto-e com Michelin

103

Depois de há dias termos ficado a saber que a Energica será a moto da Taça do Mundo de motos eléctricas, a Dorna volta a fazer um anúncio relativo à Taça do Mundo FIM Moto-e, que terá início em 2019: a Michelin, à semelhança do que acontece com as MotoGP, será a fornecedora oficial e exclusiva dos pneus usados nesta competição.
A Michelin regressou ao Mundial de Velocidade em 2016 depois de uns anos de ausência, e agora, depois de ter renovado o contrato com as MotoGP até 2023, reforça a aposta com o seu envolvimento na categoria de motos eléctricas.

Será um novo desafio para a Michelin que permitirá o desenvolvimento de novos produtos que acabarão mais tarde por chegar, de uma forma ou de outra, ao motociclista do dia-a-dia, como explica Pascal Couasnon, Director de Motorsport na Michelin: «Para a Michelin isto providenciará um inestimável laboratório para o desenvolvimento de inovações que acabarão nos nossos pneus de estrada. Por isso estamos deleitados por estar no início deste campeonato como parceiro tecnológico».