Mega manifestação levou milhares de motociclistas à rua

370

Foram vários milhares os motociclistas que hoje compareceram na manifestação organizada em várias cidades do país contra a manipulação dos números da sinistralidade, as inspecções periódicas aos motociclos e à eventual alteração à ‘Lei das 125 cc’.

A Praça do Rossio em Lisboa reuniu mais de 3000 motociclistas, que dali arrancaram em direcção à Assembleia da República para o GAM – Grupo Acção Motociclista entregar o seu manifesto (que pode ser descarregado para leitura aqui).

No Rossio estiveram presentes não só motociclistas anónimos, mas também alguns mais conhecidos, como o ex-deputado Rodrigo Ribeiro e o deputado do PCP Miguel Tiago – que em frente à Assembleia improvisou um curto discurso -, responsáveis pela génese da ‘Lei das 125 cc’, Carmona Rodrigues, antigo Ministro e antigo Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, e ainda alguns representantes da indústria das duas rodas em Portugal.

Manifestação em várias cidades

Também no Porto os motociclistas em protesto se contaram aos milhares, enquanto que nas restantes cidades a representação foi mais modesta mas não quis deixar de ser ouvida, com várias centenas a reunirem-se em Faro, Coimbra, Funchal e Ponta Delgada.

Esta foi a segunda vez que os motociclistas nacionais se manifestaram na rua contra as inspecções; a primeira foi em Junho de 2016, e tal como hoje, reuniu vários milhares de motociclistas em várias cidades.

Aquando das declarações polémicas do Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, em Janeiro, Federação de Motociclismo de Portugal e ACAP pediram uma reunião de urgência com o ministro para esclarecimento do assunto, que parece ter sido agendada para a próxima semana.

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.