Dakar – 8.ª etapa: outra vez Meo

121
Antoine Meo

Na etapa de hoje do Dakar a caravana completou a etapa maratona, partindo de Uyuni e chegando a  Tupiza, num total de 585 km, dos quais 498 de especiais.

Antoine Meo conseguiu a sua segunda vitória numa etapa, batendo o americano Ricky Brabec que, depois de ter esatdo à frente na classificação da etapa, terminou no 2.º lugar, alcançando o seu melhor resultado até agora.

Apesar de ter parado para ajudar Quintanilla (a quem tinha saltado a corrente) e de uma pequena queda, o francês conseguiu a vitória, depois de ter iniciado o dia ‘a fundo’: «Eu queria ganhar seis ou sete minutos aos líderes, e estou contente com o que fiz hoje, porque rodei no limite», disse Meo à chegada.

Toby Price fechou os três primeiros.

Apesar de ter terminado apenas em 7.º Adrien van Beveren mantém a liderança do Dakar, mas agora com apenas 22 segundos de vantagem sobre Kevin Benavides, que nesta etpa foi 4.º.

A lesão de Joan Barreda afinal não era tão grave quanto o piloto pensava – não tem nada fracturado – e por isso o piloto espanhol continuou em prova, terminando esta etapa em 8.º, ocupando o 5.º da classificação geral.

Quem foi forçado a abandonar foi Xavier de Soultrait. O piloto francês sofreu um queda e sofreu lesões num joelho e num cotovelo que o impedem de continuar em prova.

Entretanto Marco Coma anunciou o cancelamento da etapa de amanhã, a 9.ª, entre Tupiza e Salta devido ao mau tempo, uma vez que há previsões de fortes trovoadas e risco de inundações.

 

Classificações completas aqui.