Dakar – 4.ª etapa: baralha e dá de novo

163
Adrien van Beveren

O Dakar vai ainda na quarta etapa, mas hoje a classificação sofreu mais uma reviravolta: o líder, e vencedor de duas etapas, Sam Sunderland não chegou ao final da etapa, sendo forçado a abandonar depois de uma queda, queixando-se de fortes dores na costas.

Foi mais um dia difícil a juntar aos anteriores, com os pilotos a continuarem a enfrentar grandes e exigentes dunas, que voltaram a provocar baixas. Os pilotos percorreram cerca de 450 km, 330 dos quais de especial. A partida foi dada na praia, desta vez em linha, com vários pilotos a partirem ao mesmo tempo.

Hoje foram os pilotos da Yamaha que deram o mote, com Adrien van Beveren a conquistar a vitória na etapa, secundado pelo seu companheiro de equipa Xavier de Soultrait, separado por 5 minutos no scratch.

Com a sua primeira vitória o francês passou também para o comando da classificação geral.

Pablo Quintanilla com o 4.º lugar na etapa é agora 2.º na geral, na frente de Kevin Benavides (8.º na etapa de hoje). Isso significa que há três construtores diferentes nas três primeiras posições, e nenhum deles é a KTM, que busca nesta edição a sua 17.ª vitória consecutiva na prova.

O melhor piloto da KTM na etapa foi Matthias Walkner, que terminou em 3.º e ocupa o 4.º lugar da classificação geral, na frente de Xavier de Soultrait.

Joan Barreda, um dos favoritos que depois de um erro de navegação na etapa de ontem comprometeu a luta pela vitória este ano, terminou hoje em 13.º e subiu dois lugares na geral, para 13.º. O piloto espanhol da Honda chegou a liderar o scratch à passagem pelos primeiros waypoints, mas acabou por perder cerca de 10 minutos na fase final da etapa para Van Beveren.

Classificações actualizadas aqui.