Africa Eco Race – 7.ª etapa: luta a dois

153
Luís Oliveira

Hoje os participantes da Africa Eco Race cumpriram a 7.ª etapa, 508 km em loop na Mauritânia, com partida e chegada a Chami, às portas do Parque Nacional do Banco de Arguim. A especial foi mais uma barrigada de areia, com 486 km de especial, e a primeira etapa maratona, sem assistência no final.

Mais uma vez Paolo Ceci e Luis Olivera andaram a abrir pista, e com ritmo sempre superior aos restantes. O italiano foi o mais rápido do dia, com o piloto português a terminar a 1’57. Posteriormente seriam ambos penalizados com 20 minutos, o que fez Oliveira descer para o 3.º lugar da etapa, beneficiando o russo Dmitry Agoshkov a quem foi assim atribuído o 2.º lugar.

Pal Anders Ullevalseter que, depois dos problemas mecânicos na quarta etapa que o afastaram da luta pela vitória, estava concentrado apenas em vencer etapas, voltou a passar por dificuldades, ficando de novo parado na entrada para a especial.

Rui Oliveira terminou a etapa na 13.ª posição, enquanto que João Rôlo obteve o 22.º lugar.

No final da etapa as motos entraram no parque fechado ao qual os mecânicos não tem hoje acesso por ser uma etapa maratona.

Ceci mantém o comando da classificação geral, com 58’45 sobre Luis Oliveira, enquanto que Rui Oliveira perdeu o 3.º lugar para o eslovaco Martin Benko.

Entretanto chegam notícias de Marrocos que dão conta que a Frente Polisário ameaçou a passagem da caravana à chegada à fronteira da Mauritânia, ontem (ver aqui e aqui, e já tínhamos abordado o assunto aqui). A passagem acabou por decorrer sem incidentes, uma vez que se trata de uma região que conta com a presença da MINURSO (Missão das Nações Unidas para o Referendo no Sahara Ocidental).

«Todos os anos há ameaças», explica Thierry Scharff, assessor de imprensa da prova, citado pelo tequel.ma, «por isso tomamos sempre medidas em conjunto com as autoridades de Marrocos e da Mauritânia, e na ‘terra de ninguém’ também estão lá elementos das Nações Unidas.»

Amanhã continua a fase maratona da prova, com mais areias e dunas, numa distância total de 478 km que levará os pilotos de Chami a Amodjar, com 439 km de especial.

Classificações de hoje aqui.